you’d be here by now

Go and follow @SmileworVevo

“Queria que soubesse que tudo que eu escrevo é pra você. E quando não é, acaba sendo de qualquer jeito. Todas aquelas coisas que eu escondi. Tudo que eu deveria ter dito, mas omiti. Fingi, sei lá. Tudo que eu escrevo é pra você, ainda que você nunca tenha parado pra ler.”

Estava pensando como seria se todos nós fossemos esses filmes românticos que eu tanto gosto e lembrei de você. O protagonista seria exatamente o seu tipo: aquele cara que começa canalha, se apaixona e jura que mudou. Mas o seu caso foi o contrário, você era o bonzinho que virou um canalha. Enquanto eu imaginava uma história, a nossa própria vida passou diante dos meus olhos. Enquanto a protagonista chorava as suas próprias desilusões, lembrei das lágrimas que derramei ao descobrir, aos poucos, que você não era o príncipe no cavalo branco que a menina guardada em mim tanto sonhava (e que eu também não era nenhuma princesa). Imaginei nós dois ali, protagonizando uma história que me arrancou sorrisos, risadas, suspiros, alegrias, raivas e choros incontroláveis. Você provavelmente não sabe (não faz seu estilo musical), mas o título deste texto é de uma música da Taylor Swift. Foi o que eu estava escutando ao imaginar isso, Porque, se isso aqui fosse Hollywood, como seria o nosso fim? Talvez você tivesse me traído. Mas ia se mostrar tão arrependido, que eu conseguiria perdoar. Ou talvez brigássemos por motivos idiotas, mas, quase perto do fim, você apareceria no meio do casamento da minha melhor amiga e se declararia. Se isso fosse um filme, a gente teria tempo de consertar os nossos erros entre o início e o letreiro final. E a música romântica ficaria mais alta no meio do nosso beijo. Talvez a gente tivesse encarado os mesmos erros. Mas daríamos um jeito. Protagonistas de romances sempre dão, não é? Quer dizer, de vez em quando um roteiro moderninho quer inovar, e os mocinhos não acabam juntos no final. Acho que é aí que a gente se encaixa: nesses dramas que arrancam mil lágrimas e deixam o espectador morrendo de raiva. Se eu estivesse nos assistindo, eu também iria querer invadir a televisão e mudar o nosso adeus. Mas todo filme romântico acaba com a declaração, o beijo, o romance e os agradecimentos. A tela fica preta e, aí, eu finalmente lembrei que a verdadeira semelhança das duas histórias era o inevitável “the end”. Na vida real, a nossa história não acabou com declaração, beijo, romance e, muito menos, agradecimentos. Do seu lado, não teve amor. E, do lado de cá da tela, é mesmo só vida real. Então vamos ignorar o outro, tentar fingir que a outra pessoa não existe, mesmo que no fundo, ambos sabemos que não era para acabar assim. E nossa história se parece com uma tragédia agora, acho que você está fazendo o seu melhor para me evitar. Porque, já diria a Taylor Swift, se isso fosse um filme, you’d be here by now.

Falling Fast

Untill you fall for him

Eu não sei nada sobre relacionamentos, e não sei nada sobre o amor. Eu só sei que, tudo o que eu mais quero no mundo, é continuar conversando com você. Eu quero saber como foi seu dia, onde você quer comer e eu quero discutir com você. E eu quero que você escute todas as minhas teorias, mesmo que você pense que elas estão, você sabe, erradas. E eu sei que isso tudo não é tão simples. Eu só acho que – não, eu tenho completa certeza de que, se você quiser continuar com essa conversa comigo, nós podemos descobrir o resto.

A verdade é que eu não sei o que estou sentindo. E o pior é que eu simplesmente não consigo largar isso. Talvez eu esteja me apaixonando muito rápido. Eu só espero que isso dê certo, espero que você esteja sentindo o mesmo. O pior é que tudo o que estou querendo dizer, sai como um clichê desgastado.

Eu nunca imaginaria que, algum dia, eu me apaixonaria por você. Eu amo o som da sua risada, quando você joga sua cabeça para trás como uma criancinha. Você é um tipo de droga da qual preciso, o tipo que poderia escolher. Oh, nós podemos ficar melhor do que estamos. Amo o cheiro do seu perfume, e do jeito que fico zonza só de sentir o aroma. Aquele sinto em todo canto, pois parece que está grudado na minha memória. Também amo quando você me encara, por mais que eu morra de vergonha e fico super vermelha, como você sabe que fico. Mas eu amo, porquê quando eu abaixo a cabeça, vejo você sorrindo divertido. E meu coração dispara. Adoro quando você tenta procurar um assunto para falar comigo, até porque eu sei que sou péssima para começar uma conversa, ainda mais com você. Além do mais, antes de te conhecer, eu nunca soube o que era olhar para alguém e sorrir sem um motivo exato.

Eu realmente espero entender tudo isso que você me faz sentir. Ainda estou tentando compreender como uma pessoa pode me fazer tão bem e tão mal ao mesmo tempo. E como estar num nível maior que amizade, mas muito menor do que qualquer relacionamento. Se é que isso realmente existe, ou são apenas essas histórias que costumo criar na minha mente.

Sinceramente, tudo o que eu mais quero, é que você me explique o que está passando na minha cabeça. Mesmo que não explique com palavras.

I’m trying not to think about you

Flickr: Galeria de Joana Rosa Bragança
Eu tenho passado os últimos meses pensando que tudo o que o amor faz é quebrar, queimar e acabar. Mas de repente você apareceu na minha vida, me mostrou que as coisas podem ser diferentes se forem feitas com a pessoa certa. Para ser sincera, eu não consigo entender o que está passando pela minha cabeça neste exato momento, só tenho certeza que você nunca sai daqui. Se eu soubesse, que iria gostar de você assim, teria andado mais rápido, abaixado a cabeça, olhado de lado. Estou te escrevendo porque não consigo tirar você da cabeça. Eu não sei mais o que fazer, porque pela primeira vez me pego pensando em alguém que não me faz sofrer, e talvez seja isso que me deixa tão confusa.
Nunca alguém riu das minhas piadas idiotas como você faz, eu nunca me sinto a vontade em dizer minhas teorias ridículas sobre o mundo como eu me sinto com você, nunca alguém escolheu as palavras mais corretas para me fazer sentir melhor, como você escolhe. E isso é bizarro, porque você é totalmente o contrário do tipo de garoto com quem eu costumo pensar dessa forma. E eu digo nos requisitos de comportamento, nunca alguém me tratou tão bem assim. O que me faz ter medo da ilusão, pois você sabe o que dizem, ilusões são profundas e enganosas feito o mar.
Mas sabe de uma coisa? Desde o começo eu percebi algo diferente, mas o caso é que eu nunca soube lidar com este tipo de coisa, então você realmente precisará de mais um pouco de paciência comigo.
“Não sei, de verdade, o que eu estava sentindo. Era uma mistura de afeto, carinho, e ao mesmo tempo eu queria distância. Me fazia bem e mal conversar com ele, sabe? Ao mesmo tempo que eu me sentia protegida, eu tinha a impressão que aquilo não era real, que podia ser uma ilusão da minha cabeça. Talvez fosse, mas o apego era tão grande, que eu preferia não acreditar nisso.”

Acho que estou ficando louca

crédito: margaretdurow

 

Eu te vi aqui, juro que te vi. Minha visão estava meio embaçada, distorcida, mas eu sei que era você. Senti aquele seu perfume, aquele que, mesmo mil quilômetros de distância, eu reconheceria. Era você. Vestia aquela blusa que não cansa de usar, que eu sempre falava que vou jogar fora, de tão velha, só para te encher, já que é sua favorita. Você não sabe, mas é minha favorita também.

Eu vi aqueles seus olhos, aquele olhar que me deixa sem ar mesmo antes de te conhecer. Eu vi você. Eu sei que vi. Mesmo sendo impossível, eu sei que você está aqui, todo dia, toda hora.

Por favor, da próxima vez, fique e não vá embora.

Tonight I’m Getting Over You

Large

 

Depois de praticamente dois anos sem te ver, eu te reencontrei. Mesmo repulsiva, mesmo querendo adiar este momento o máximo possível. Foi bom, assumo, mas péssimo ao mesmo tempo. Aliás, isso é só para você saber que eu continuo contraditória depois de tanto tempo. Foi bom saber que consegui recuperar grande parte da dor que você me causou. Mas foi péssimo saber que ainda sinto alguma coisa por você.

Foi estranho, engraçado. Não saía nenhuma mísera palavra da sua boca quando eu apareci. Você riu, gaguejou um “oi”, ou pelo menos foi isso que eu entendi, e depois de uns dez minutos escuto um “ele está com problemas de homenzinho”, vindo do seu amigo. O que eu tive que segurar para não rir, o que eu achei hilário, na verdade. Aliás, outra coisa que não mudei, ainda tenho vontade de rir nas piores horas, nas mais constrangedoras. O pior é que o dia se resumiu em: olhares estranhos, um encarando de cada lado da sala. Mas é aquela velha história, o primeiro amor nunca se esquece. Você passava do meu lado, deixando seu perfume no ar, o que me fazia tremer, meu coração pulsava cada vez mais rápido. Porém eu tinha que me controlar. “Ele não presta, menina. Coloque isso na sua cabeça”, repetia mentalmente, repassava todas as péssimas coisas que você já fez por mim. Mas não conseguia parar de pensar no que minha mãe me falou no começo do dia: “Nada é por acaso. E se a vida um dia os uniu, é porque ela quer vocês juntos para sempre.”.

Mas meu futuro não é ao seu lado, isso eu tenho certeza. Até porque, você nunca gostaria de algu como eu, não lembra?

It’s like you’re living with a ghost

Tumblr_mjdrju8u3p1rktli1o1_500_large

Agora, exatamente agora, eu precisava do seu abraço, da sua voz dizendo pra não me importar e que tudo vai ficar bem pois ficará comigo pra sempre, eu precisava do seu beijo, precisava de você aqui comigo, só isso.

Pois é, mais um ano que passamos separados. Você faz ideia faz ideia da falta que me faz? Faz ideia do quanto dói não te ter aqui comigo, ao meu lado? E esse sentimento vai piorando a cada hora que passa. Meu coração parece explodir de tão pesado que está. Minha garganta está com um nó impossível de desatar, e vai apertando a cada suspiro. Estou morrendo de vontade de chorar, mas as lágrimas não saem. Isso tudo é muito dolorido! Por que precisa ser tão difícil?

O pior é não saber como você está. Não saber se você está sofrendo tanto quanto eu estou. Meu Deus, isso machuca demais! Essa angustia que não passa nunca. É uma vontade imensa de gritar, desabafar, mas sem tem ninguém pra contar. Nem eu mesma entendo o que está passando pela minha cabeça, como os outros poderiam entender isso? Eu mal consigo explicar… Tantas coisas ainda não vividas passando pela minha mente, tantos planos sendo transformados. Eu só quero estar ai com você, para sempre, e transformar todas essas metas em realidade.

Só para você saber que é essa distancia que está me matando, está fazendo com que seja difícil respirar, eu só quero estar ao seu lado. Estou deitada sozinha com o silêncio que parece crescer. É como se eu estivesse vivendo com um fantasma. Mas eu tenho esperanças de que um dia tudo isso vai mudar, é uma dor temporária.

Nunca imaginei que amar fosse tão duro. Ainda por cima, amar alguém que nem sabe se realmente existe, se é que isso faz sentido.