Ou, por favor, me deixe ir.

Q ᴜ ᴇ ᴇ ɴ ♥

A gente não dá certo, não dá errado, não dá em nada… Mas rezo para que um dia a gente dê em alguma coisa.”

– Thiara Macedo

Cá estou eu escrevendo sobre você novamente, só para não perder o costume. Só queria dizer que estou com saudades de você. Saudades de ter alguma conversa de verdade com você. E essa saudade vai me matando aos poucos. Porquê, você me faz muito bem, mas me faz muito mal ao mesmo tempo. E eu sempre te digo isso, pelo menos na forma mais indireta possível, através de todas estas cartas. Mas você não liga. Eu só me pergunto o por que de todas estas coisas serem tão complicadas. Quero dizer, já não basta a vida ser tão complicada, você precisa aparecer para dificultar um pouquinho mais, não é? A minha única vontade é de gritar, tirar tudo isso que está entalado na minha garganta, te perguntar o que realmente você quer de mim. 

Mas eu não conseguiria fazer isso. Não conseguiria ao menos dizer metade das coisas que estão rodeando na minha mente. E, para piorar a situação, provavelmente este será só mais um dos milhões de textos que escrevi para você, e que você nunca saberá da existência.

Mas, ai, como você consegue fazer isso comigo? Eu fico esperando uma única mensagem sua o dia inteiro, e quando eu finalmente recebo, parece que meu coração vai sair pela boca, eu começo a tremer e acontecem todos aqueles sintomas bizarros que minhas amigas insistem que é de amor. Não é amor, não é paixão, não é atração, e muito menos uma parada legal. Mas é só eu ler algum desses romancezinhos melodramáticos, ou ver algum filminho para adolescentes, que o personagem principal me lembra você. É uma merda.

E você não me ajuda em nada. Eu só queria que minha vida fosse mais fácil do que um problema de matemática, mas a única coisa que sei é que você é a incógnita da equação. E, ai, como você me deixa louca. Você nem é tão gostável assim, mas eu ainda gosto tanto de você!

Um dia, consegue ser a pessoa mais fofa do planeta. No outro, é um ogro, com todo aquele monólogo. Minutos se tornam horas e eu continuo esperando, encarando o celular. Eu não quero perder-te mas não posso segurar para sempre, estou cansada de todos esses casos de amor onde ninguém liga o suficiente pra mim. Então me dê o seu tudo ou não me dê coisa alguma. Desista de mim ou me mantenha. O que quer que esteja sentindo, eu preciso saber. 

Eu vou fingir estar bem, mas eu estou prestes a quebrar. Me puxe para perto agora, ou por favor me deixe ir.

Pelo amor de Deus, só preciso de uma resposta.

Ou, por favor, me deixe ir.

Come on, skinny love…

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=aNzCDt2eidg]

 

Vamos frágil amor… Eu sei que não está fácil, mas eu sei também que podemos superar isso. São 3 da manhã, e eu simplesmente não consigo dormir. Parece que me apaixonar por você foi mais rápido do que cair no sono. Eu quero saber quando você vem até mim, suprir toda essa minha carência que insiste em gritar seu nome, e piorar a cada noite. Você não está aqui, o que faz ser ainda mais difícil conter todo este sentimento. Estava louco quem falou que a saudade não mata.

Quero ouvir tua voz ao lado da minha. Quero ouvir tua risada se confundir com a minha. Quero saber como, e onde você está. Quero que me diga que está junto a mim a qualquer momento. Fale-me dos teus sonhos. Conte-me histórias da sua infância, da sua família. Diga-me teus medos, desesperos e aflições. Me fale sobre nosso futuro. Me peça para ficar ao teu lado, para não ir embora, mesmo se souber que não posso ficar. Se eu disser que preciso ir, segure minha mão, me peça para ficar mais um pouco, mais uma hora, ou quem sabe, mais um dia. Diga que me ama. Conte-me que sonha com nosso casamento, nossa casa, nossos filhos, e que já tem o nome de cada um em mente. Eu preciso ouvir isso de você. Mas, acima de qualquer coisa, seja sincero. E que apesar de tudo, ou por causa de tudo, fará tudo isso acontecer.

Porque eu não aguentaria saber que nós dois fomos feitos pra nos conhecermos, nos apaixonarmos, mas não pra ficarmos juntos. Porquê eu quero ficar com você. 

I’m trying not to think about you

Flickr: Galeria de Joana Rosa Bragança
Eu tenho passado os últimos meses pensando que tudo o que o amor faz é quebrar, queimar e acabar. Mas de repente você apareceu na minha vida, me mostrou que as coisas podem ser diferentes se forem feitas com a pessoa certa. Para ser sincera, eu não consigo entender o que está passando pela minha cabeça neste exato momento, só tenho certeza que você nunca sai daqui. Se eu soubesse, que iria gostar de você assim, teria andado mais rápido, abaixado a cabeça, olhado de lado. Estou te escrevendo porque não consigo tirar você da cabeça. Eu não sei mais o que fazer, porque pela primeira vez me pego pensando em alguém que não me faz sofrer, e talvez seja isso que me deixa tão confusa.
Nunca alguém riu das minhas piadas idiotas como você faz, eu nunca me sinto a vontade em dizer minhas teorias ridículas sobre o mundo como eu me sinto com você, nunca alguém escolheu as palavras mais corretas para me fazer sentir melhor, como você escolhe. E isso é bizarro, porque você é totalmente o contrário do tipo de garoto com quem eu costumo pensar dessa forma. E eu digo nos requisitos de comportamento, nunca alguém me tratou tão bem assim. O que me faz ter medo da ilusão, pois você sabe o que dizem, ilusões são profundas e enganosas feito o mar.
Mas sabe de uma coisa? Desde o começo eu percebi algo diferente, mas o caso é que eu nunca soube lidar com este tipo de coisa, então você realmente precisará de mais um pouco de paciência comigo.
“Não sei, de verdade, o que eu estava sentindo. Era uma mistura de afeto, carinho, e ao mesmo tempo eu queria distância. Me fazia bem e mal conversar com ele, sabe? Ao mesmo tempo que eu me sentia protegida, eu tinha a impressão que aquilo não era real, que podia ser uma ilusão da minha cabeça. Talvez fosse, mas o apego era tão grande, que eu preferia não acreditar nisso.”

Acho que estou ficando louca

crédito: margaretdurow

 

Eu te vi aqui, juro que te vi. Minha visão estava meio embaçada, distorcida, mas eu sei que era você. Senti aquele seu perfume, aquele que, mesmo mil quilômetros de distância, eu reconheceria. Era você. Vestia aquela blusa que não cansa de usar, que eu sempre falava que vou jogar fora, de tão velha, só para te encher, já que é sua favorita. Você não sabe, mas é minha favorita também.

Eu vi aqueles seus olhos, aquele olhar que me deixa sem ar mesmo antes de te conhecer. Eu vi você. Eu sei que vi. Mesmo sendo impossível, eu sei que você está aqui, todo dia, toda hora.

Por favor, da próxima vez, fique e não vá embora.

Eu não desisti de você

Nothing “Mas você não havia o esquecido?”, me faço essa pergunta toda vez que te vejo novamente. Você já deve saber do efeito que me causa, certo? Você ferra com todo meu psicológico, garoto. “Respire fundo, ele é um babaca, você merece coisa muito melhor. Coloque uma pedra nesse passado e esquece isso, não se permita ficar mal por ele novamente”, sempre são essas mesmas palavras que ecoam em minha mente ao te ver. Mas eu sempre insisto em não escuta-las. Insisto em nunca escutar as pessoas falando para eu te esquecer, porque o problema é que eu não quero te esquecer. Até porque não tem como eu fazer isso, quero me segurar a cada momento, cada memória, quero que as fotografias se mexam e se transformem em realidade. Não é fácil esquecer alguém que fez parte dos melhores momentos da sua vida.

E me pego lembrando daquele último abraço que você me deu, semanas atrás. Não quero me iludir, não quero criar esperança, nem nada do gênero, mas ele me pareceu tão… sincero? Aquele dia você parecia preocupado comigo, eu não sei. E esse simples abraço fez com que todo aquele sentimento voltasse mais forte que as outras vezes.

Por que você esta me fazendo isso? Você sabe que eu estive te esperando desde sempre. Não deixe que tudo isso passe antes de tomar uma iniciativa. Mas é que eu realmente não te entendo. Eu faço de tudo para chamar sua atenção, você não dá a mínima. Eu paro de dar indiretas, paro de tentar puxar conversa, você continua na sua. E quando eu finalmente estou decidida a abandonar tudo isso, seguir em frente, você aparece novamente na minha vida e faz isso tudo voltar. Se decida, por favor, porquê isso está acabando comigo aos poucos. É como aquele trecho do Caio Fernando Abreu,

“Você é um idiota. É um babaca cretino e sabe disso. Você frusta todas as expectativas que eu já tive em relação à alguém pra mim. E mesmo assim é em você que eu penso, é de você que eu gosto, é pra você que eu volto… sempre.”

E, saiba de uma coisa: Eu ainda amo você.

Com amor, sua filhota

Pai, você está me ouvindo? Eu estou sentindo falta de você, falta daquele seu abraço apertado, falta das suas reclamações sobre qualquer assunto, falta de você me chamando de “meu bem”, “filhota”, falta daqueles seus olhos azuis, aqueles que ficam verdes no sol. Aqueles que nunca mais poderei ver novamente. “Nunca mais” parece muito tempo, não parece? Espero que não demore tanto assim. Mas é que você foi para um lugar impossível para eu te trazer de volta, mas ainda espero que me ouça.
Você foi uma pessoa incrível, e como sabe, a mais inteligente que eu já conheci. Aliás, é por sua causa esse sonho de ser jornalista.
Eu sei que você está em um lugar melhor, se é que existe paraíso. Eu sei que, aonde quer que esteja, você agora esta em paz, esta sem sofrimento, sem dor. Porque você merece descansar agora. Você foi muito forte esse tempo todo, você sabe que foi. Sua coragem é outro, de tantos motivos dos quais me orgulho de ser sua filha. Eu queria ter dito isso para você antes de partir. Gostaria de ter dito mais uma vez que te amo, que tive sorte de te-lo como pai, de todos os motivos que me orgulho de ser sua filha, de falar sobre o cara incrível que você é. Mas a gente sempre acha que vai ter mais tempo, né?
E sabe o que me dói mais? Eu poderia ter te falado isso a minha vida inteira, mas eu me arrependo, me machuca saber que perdi toda a oportunidade. Mas eu realmente espero, do fundo do meu coração, da minha alma, que você saiba de tudo isso agora.
E queria te dizer que te amo, pai. Te amo muito! E eu queria você aqui comigo. Mas eu sei que o céu precisava de mais um anjo, que você se tornou a estrela mais brilhante de todas, e que já esta bagunçando lá encima. E como sempre, nos protegendo. Obrigada por ser o melhor pai do mundo, e por ter me dado todo o amor possível, do seu jeito.
Com amor,

Sua filhota.
 

A Última Carta

Large

Esta é a última vez que vou escrever para você, que fique bem claro isso. Eu estou tentando, juro que estou fazendo meu máximo. Eu já saí desta uma vez, mas você sempre aparece na minha vida outra vez e causa tudo aquilo que já me causou. Eu tinha prometido a mim mesma não me iludir por você de novo, mas você sempre reaparece e tudo vem a tona novamente. Mas essa promessa é séria: não vou escrever nunca mais para você, ou sobre você, ou sobre qualquer coisa relacionada a você e este sentimento que me causou.

Eu não aguento mais isso, não aguento mais você indo e voltando todo momento e me segurando no passado. Eu tento pensar no futuro, na minha vida longe de você, mas quanto mais tento pensar em tudo isso, me pergunto o que eu fiz para você? O que eu fiz de errado para você me tratar assim? Você não merece nenhuma lágrima minha, não merece esses meus sentimentos por você. Não aguento mais te enxergar em todas as músicas que escuto.

Por que estou chorando, sofrendo novamente por você? Eu já sabia que você não era bom pra mim, por que preciso provar isso mais uma vez? Eu já tinha certeza que você era um otário, esse é o problema. Desde a primeira vez que te vi, já tinha certeza que você era um heartbraker, a minha vida inteira, literalmente, eu sofri por você, mesmo sabendo de tudo isso. Não preciso de mais sofrimento para entender isso.

Mas agora é oficial: essa foi minha última carta a você.

Tonight I’m Getting Over You

Large

 

Depois de praticamente dois anos sem te ver, eu te reencontrei. Mesmo repulsiva, mesmo querendo adiar este momento o máximo possível. Foi bom, assumo, mas péssimo ao mesmo tempo. Aliás, isso é só para você saber que eu continuo contraditória depois de tanto tempo. Foi bom saber que consegui recuperar grande parte da dor que você me causou. Mas foi péssimo saber que ainda sinto alguma coisa por você.

Foi estranho, engraçado. Não saía nenhuma mísera palavra da sua boca quando eu apareci. Você riu, gaguejou um “oi”, ou pelo menos foi isso que eu entendi, e depois de uns dez minutos escuto um “ele está com problemas de homenzinho”, vindo do seu amigo. O que eu tive que segurar para não rir, o que eu achei hilário, na verdade. Aliás, outra coisa que não mudei, ainda tenho vontade de rir nas piores horas, nas mais constrangedoras. O pior é que o dia se resumiu em: olhares estranhos, um encarando de cada lado da sala. Mas é aquela velha história, o primeiro amor nunca se esquece. Você passava do meu lado, deixando seu perfume no ar, o que me fazia tremer, meu coração pulsava cada vez mais rápido. Porém eu tinha que me controlar. “Ele não presta, menina. Coloque isso na sua cabeça”, repetia mentalmente, repassava todas as péssimas coisas que você já fez por mim. Mas não conseguia parar de pensar no que minha mãe me falou no começo do dia: “Nada é por acaso. E se a vida um dia os uniu, é porque ela quer vocês juntos para sempre.”.

Mas meu futuro não é ao seu lado, isso eu tenho certeza. Até porque, você nunca gostaria de algu como eu, não lembra?

Não solta da minha mão

Tumblr_mk8dvmlefw1s7mnd1o1_500_large

E eu lembrei de você. Como sempre lembro, como sempre sinto saudades. Mas dessa vez foi diferente. Eu lembrei de momentos que ainda não vivemos, momentos que eu sonho em passar ao seu lado.

Acalma. Acalma minha alma. Eu preciso apenas de você ao meu lado. Por que você está tão distante? Venha, chega mais perto, segure minha mão, não solte não, nunca mais. Fique aqui comigo, não me abandone, não me deixe sozinha mais uma vez. Depois que acostumamos com alguém que nos faz bem, o silêncio e a solidão assustam. O que antes me fazia bem, agora parece um veneno.

Não, não solte minha mão. Segure-a forte, não me deixe sozinha com a solidão, nesse silêncio que minha alma fica sem você ao meu lado. Volte, por favor. Você veio, me consumiu.

Não solta da minha mão.

The Guy Who Turn Me Down

Tumblr_liopmpvplx1qfateqo1_500_large

Por mais que eu odeie admitir isso, eu sinto sim sua falta. Já se passaram alguns anos que não nos falamos direito, mas ainda me lembro da última frase que você me falou “nunca gostaria de alguém como você”. Eu não sei se você sabe, mas isso me persegue até hoje. Eu não guardo rancor, pelo contrario, eu só consigo me lembrar dos bons momentos que passamos juntos, por mais que os ruins me atormentam diariamente. Eu sei, isso é meio – talvez completamente – contraditório. Eu insisto em colocar em palavras as dores que você me causou, a falta que você me faz, mas eu simplesmente não consigo achar as frases mais corretas para explicar tudo isso que você me causa. Apesar de todo me mundo falar o quão idiota você é por me fazer passar por isso, por mais que eu acredite em todas essas palavras, meu coração recusa escutar. Você foi meu primeiro amor, não importa o que eu faça, não importa o quanto eu lute para isso acabar, eu vou ficar com você para sempre. Vi muitas vezes o amor acabar nas palavras mas não no coração.